Português de 26 anos espõe no MoMa de New York

O trânsito na cidade de Lisboa foi «transformado» num sistema circulatório, com veias e artérias que vão fluindo o sangue consoante há mais ou menos carros a circular, mostrando assim o movimento nas estradas lisboetas.
Este foi o resultado de um trabalho de mestrado de um português, que está

exposto no MoMa - Museu de Arte Moderna de Nova Iorque - e recebeu várias distinções. Pedro Cruz, um engenheiro informático de 26 anos é o autor deste trabalho a que chamou 'Lisbon's Blood Vessels'.

«Temos um conjunto de veias personificadas pelas estradas da cidade de Lisboa. Cada estrada é uma veia. Com grande volume de tráfego, a veia vai engordar, se a média de velocidades está mais lenta aproximamos a cor de um vermelho mais escuro como se o sangue estivesse a estagnar», explicou.

No início do trabalho, existiam dois factores importantes para Pedro Cruz: dados e metáforas.

Tudo porque gosta que «os dados se aproximem das pessoas» e considera que usando metáforas consegue passar a mensagem.

Em Julho, o trabalho integrou a exposição 'Design e a Comunicação entre Pessoas e Objectos' do Museu de Arte Moderna de Nova Iorque, que vai estar patente até 7 de Novembro.

«Teve um ótimo feedback e esteve no catálogo da exposição», disse Pedro Cruz à Lusa.

O trabalho participou também na Siggraph, o maior evento de computação gráfica e tecnologia do mundo, que recebe anualmente milhares de visitas e este ano decorreu em Vancouver, Canadá.

Pedro Cruz foi semi-finalista numa competição para trabalhos de estudantes.

«Há mil submissões para a competição, 100 são aceites e 25 é que passam a semi-finalistas», expliou.

O vídeo do'Lisbon's Blood Vessels' pode ser visto no site do estudante: http://pmcruz.com/.

No ano passado, quando ainda estava a fazer o mestrado na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), Pedro Cruz ganhou o prémio Melhor Trabalho de Aluno na Siggraph, com um projeto de visualização de informação que narra o declínio dos quatro principais impérios marítimos dos séculos XIX e XX – Portugal, Espanha, França e Grã-Bretanha.

Actualmente a fazer um doutoramento, Pedro Cruz foi convidado a passar um ano no MIT - Massachusetts Institute of Technology.

«Vou estar uns meses em Boston e outros em Singapura. O laboratório com que vou trabalhar está a lidar com mapeamento de cidades em tempo real»..

Lusa/SOL

 

Copyright 2011 Português de 26 anos espõe no MoMa de New York. All Rights Reserved.
Joomla theme by artisteer review